Postagens

Mostrando postagens de 2016

Quando a direção da escola faz a diferença!

Imagem
O movimento das Escolas de Luta em 2015, aqui no Estado de São Paulo, envolveu alunos de mais de mil escolas e conseguiu, no mínimo, desmascarar os verdadeiros intuitos da pretensa nova reestruturação da rede estadual paulista. Nova, porque já houve uma primeira, na década de 90, que resultou no fechamento de centenas de escolas, turnos e classes, além de desestruturarfamílias e produzir o famigerado sorteio de vagas, uma das piores pragas do ensino público em todo o país.

A nova reestruturação pretendia conseguir o que não foi possível durante a primeira, ou seja, acabar de esvaziar a rede estadual e entregá-la de mão beijada à iniciativa privada. Mas a atuação dos alunos das escolas de luta abortou a manobra, embora muitos estabelecimentos estejam sendo esvaziados na surdina, com o fechamento de turmas e turnos.

Infelizmente, a atuação truculenta da polícia durante as ocupações, e as manobras que fizeram os diretores mal intencionados, jogando pais e alunos uns contra os outros, en…

Uma gente que ri quando deve chorar e não vive, apenas aguenta.

Imagem
Versos de Maria, Maria, de Milton Nascimento.

A miscigenação fez do nosso povo algo inédito no mundo: ele possui uma tolerância à prova de qualquer dificuldade. Se há um povo que poderá sobreviver às piores crises que a humanidade ainda há de provocar, é o brasileiro.
Há porém uma parcela da nossa população que é absolutamente intolerante, arrogante e preconceituosa. É aquela que há séculos mantém a maioria no cabresto e que soube inculcar nos seus descendentes esses mesmos sentimentos, a fim de continuar mandando e desmandando neste país abençoado por Deus (sem ironia!), mas desprezado por aqueles seus filhos que se deram as melhores oportunidades e que sonham viver no exterior, em países “de primeiro mundo” ou em paraísos fiscais para onde enviam seu dinheiro.
Mas por que não vão para lá??? Porque nesses lugares não teriam a quem espoliar, a quem desprezar ou espezinhar. É o ódio que move esses nossos concidadãos “de bem”, esses que nunca subiriam em um ônibus ou num metrô lotado, e…

Resumo das leis que regulam a Educação

Imagem
De vez em quando postamos aqui novamente o resumo da legislação da Educação, pois está difícil responder uma por uma todas as solicitações que recebemos via e-mail. Mas felizmente a solicitação mais frequente é justamente a respeito das leis que os pais e alunos possam reivindicar! Isto significa que a comunidade está aprendendo a se defender dos desmandos da escola e do poder público. Aliás, hoje tivemos a grande satisfação de receber e-mail da Ana Claudia, uma mãe de alunos de escola municipal do Rio de Janeiro, dizendo que esses artigos das leis estão lhe ajudando bastante! Este resumo é básico, se as informações não forem suficientes, procure o link "Legislação" na barra superior do blog. A legislação de cada estado (pois pode haver diferenças) você encontra no Google. Boa sorte e mande notícias! (por favor, pelo e-mail: educaforum@hotmail.com. Não faça consultas ou denúncias nos comentários, as páginas já estão estouradas e não conseguiremos responder!) LEGISLAÇÃO BÁSIC…

Escola pública ou particular. Qual a sua opção?...

Imagem
De vez em quando a gente atende uns pais de alunos bem descontrolados, difícil manter a linha. Faço questão de reproduzir aqui toda a troca de mensagens com um cidadão que quase me tirou do sério... rs
Dia 4 de setembro "Por um acaso deparei com seu site. Gostaria de que me informassem se é LÍCITO aluno de escola pública ser agraciado; com merenda substanciosa ; material escolar, transporte, uniforme e até tablets, pelos quais pouco se exige de cuidados e/ou devolução; pelos PODERES PÚBLICOS, enquanto que alunos de escolas particulares, cujo custo é elevado e que foi assumidos pelos pais como opção, para que tenham uma escola  de melhor qualidade; não é fornecida merenda, material, livros, transporte,nem tablets em pé de IGUALDADE? Será que os cursos das escolas particulares são regidos por diretrizes, normas, conteúdos, ou programas de entidades estranhas ao Ministério da Educação do Governo Federal? Será que as crianças das escolas particulares não são Cidadãos Brasileiros? Será…

Respeito ao aluno 5ª Parte - O abuso moral na escola

Imagem
Este é um assunto espinhoso que teve muitos altos e baixos nestes nossos 20 e tantos anos de trabalho na defesa de alunos, mães e pais. Sim, porque muitas vezes os alunos sofrem abusos justamente por causa da família a que pertencem...
Na década de 90, um dos maiores problemas da educação pública era a falta de vagas, que aqui no Estado de São Paulo pudemos documentar quando sugerimos à Comissão de Direitos Humanos da OAB – da qual participávamos - que entrasse com ações individuais para garantir a matrícula de todos os alunos excluídos. Foi a época da maldita “reestruturação” do ensino e havia nas escolas paulistas o famigerado “sorteio de vagas”. No final, a OAB deu pra trás, e nós ficamos com listas e mais listas de alunos fora da escola. Os pais que lutavam pela vaga dos filhos costumavam ser discriminados dentro da escola, ganhando a pecha de pais “arruaceiros”, e seus filhos eram sumariamente perseguidos, tratados aos berros e humilhados. As represálias chegavam ao ponto de os di…

Respeito ao aluno, 4ª Parte. A escola negligente

Imagem
A negligência, ou omissão, nasce da falta de preocupação com as necessidades básicas do aluno, ser em desenvolvimento confiado aos cuidados da escola. Diferente da falta de socorro médico, que ocorre frequentemente nas escolas públicas e pouco nas particulares, a negligência ocorre em ambas as redes e de forma muito ampla, desde a falta de cuidados com o aprendizado do aluno, a falta de acompanhamento psicológico nos conflitos entre os próprios alunos e entre alunos e professores, a falta de supervisão da disciplina na sala de aula e nas dependências da escola, a falta de cuidado na organização de uma excursão etc. etc.
Estes assuntos são principalmente espinhosos quando se referem a escolas particulares, pois a corporação é forte e a mídia muito omissa, assim tem-se a impressão de que a negligência só ocorre na rede pública, onde - sim - o aluno tem aulas vagas aos montes, pode ficar durante horas dentro de uma sala de aula sem supervisão, estando sujeito a brigas e acidentes, pode …

Respeito ao aluno, 3ª Parte. A expulsão da escola

Imagem
Este é certamente o problema mais grave da escola brasileira: a expulsão de alunos. Além de não ser inclusiva, ela é inóspita para os alunos já matriculados e, na primeira oportunidade, eles são "convidados" a sair da escola, ou então, sumariamente expulsos. E aqui sempre fazemos o mesmo apelo aos pais: não permita que seu filho seja expulso, procure entender o que está por trás dessa atitude da escola! Tenha a coragem de enfrentar essa questão de cabeça erguida, não seja mais uma vítima de um sistema de exclusão.
Já falamos aqui exaustivamente sobre a expulsão na rede pública de ensino, que se dá de várias formas: "oficialmente", através do Conselho de Escola,  através de manobras dos diretores de escola, ou de forma "branca".

A expulsão na rede particular é tão ou até mais frequente do que na pública, e isso também já demostramos aqui diversas vezes. Mas na rede particular ela costuma ser melhor disfarçada, através de um "convite" para buscar …

Respeito ao aluno, 2ª parte. Pronto socorro na escola

Imagem
Esta nova série Respeito ao aluno, um bom começo! retoma assuntos que tratamos no EducaFórum há mais de um quarto de século, e mostram que a falta de qualidade do ensino ainda é o menor problema da educação pública...
A apartheid educacional que existe no país - Escola pública X particular - tem o claro objetivo de continuar criando guetos e impedir que a rede pública de ensino seja a solução definitiva para garantir a transformação do Brasil em uma Nação igualitária e próspera, em todos os sentidos.
Não que a escola particular, em princípio, seja melhor do que a pública, já mostramos diversas vezes que não é. Mas existe uma grande diferença: na rede particular o aluno costuma ter aulas todos os dias, os pais são devidamente informados das ocorrências e geralmente suas reclamações surtem efeito, em casos extremos a escola pode até vir a ser fechada.
Na rede pública - salvo honrosas exceções tão raras a ponto de confirmar a regra - o aluno costuma ser tratado como estorvo, e não como …

Respeito ao aluno. Um bom começo! 1ª parte

Imagem
Por incrível que pareça, após um quarto de século lutando contra a falta de respeito de que nossos alunos são vítimas em todo o país, na maioria das escolas públicas ou particulares, muitos ainda questionam a nossa "falta de compromisso" com a qualidade do ensino. Dizem que deveríamos trazer aqui textos de grandes educadores, mencionar métodos de ensino que dão certo, trazer as experiências de grandes ONG da educação que, segundo eles, fazem a diferença no país. Isso daria ânimo, esperança...
Não, ainda não chegou essa hora, infelizmente. O buraco ainda é muito, muito mais embaixo. A falta de respeito ao aluno, principalmente pela criança em fase de alfabetização, e depois pelo adolescente, que sequer consegue terminar o curso, em todo o Brasil, é de uma gravidade tamanha que virou assunto TABU.
Quando você ouve aquele chavão de que "Educação não é prioridade no Brasil", o que é que você entende? Um minuto de silêncio para reflexão...
Pois é, trata-se de um chavão …

O Moita ficou na moita... e a CPI da Merenda vai rolar!

Imagem
Não foi fácil entender o imbróglio que ocorreu hoje à tarde na Alesp...
Oficialmente, haveria uma reunião da Comissão de Educação que não visava a possível instauração de uma CPI da Merenda, mas a “visita” do operador do escândalo da merenda, o Moita, convidado para  dar seu depoimento. A palavra visita está entre aspas porque houve apenas um “convite”, não uma convocação...
Já fizemos duras críticas à Comissão de Educação por sua omissão com respeito à CPI, que você pode ler clicando aqui. Mas fizemos questão de comparecer à reunião, mesmo sabendo que ficaríamos esperando sentados, pois o Moita, em tendo sido apenas convidado, apareceria... a troco de que? rs
E de fato, o Moita ficou na moita... Ele não se apresentou à Comissão de Educação, foi porém visto e até abordado pelos Jornalistas Livres, veja aqui:





A reunião da Comissão de Educação foi cancelada, mas ficou difícil saber o motivo, por uma questão bem filosófica: ainda não se descobriu quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?...…

Comissão de Educação da ALESP, que vergonha, hein!

Imagem
Foto de Daltônico - Ponte dos Remédios

No dia 6 de maio estivemos na ALESP – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, acompanhando a desocupação dos alunos secundaristas, vitoriosos em sua reivindicação de abrir uma pauta de discussão que pressione os deputados a instaurar a CPI da Merenda.

Os alunos pretendiam manter a ocupação até a abertura da CPI, mas, como é notório, um juiz desqualificado estipulou a multa absurda de R$ 30.000 por aluno e por dia de ocupação... Sem comentários, todo mundo já conhece a piada da “bunda de nenê”, né?...





No mesmo dia, fizemos questão de protocolar um documento na Comissão de Educação, reivindicando  firmeza na cobrança da instauração da CPI da Merenda, atravancada pelo excesso de CPIs “folclóricas” e tão insignificantes, que nenhum deputado lembra sequer do que tratam... (Apesar de que a maioria dos deputados, de fato, nem sabe o que está fazendo lá na Assembleia, além de defender suas mamatas!)
Os crimes que envolvem a questão da merenda nas esco…