27 fevereiro 2014

"A melhor escola" pode ser a pior!

A mensagem que recebemos hoje é extremamente reveladora do DOMÍNIO que a Instituição Escola exerce sobre esta pobre sociedade, que quer, para seus filhos, "o melhor". O melhor, para uma sociedade ignorante e doente, pode ser "o pior". Tive que ler e reler essa mensagem diversas vezes para ter certeza de que eu havia entendido tudo, pois muitos pais se expressam de forma confusa, mas não é o caso. O texto é muito claro e vem de pessoa bem alfabetizada, que PAGA CARO para manter sua filha de 3 anos - quase um bebê - na "melhor escola" da região. Tirem suas próprias conclusões:

Gostaria de saber o que posso fazer, minha filha de 3 anos esta matriculada no colégio Núcleo Educacional Ferrazense no maternal II.

Toda semana vem falando que tomou bronca ou ficou de castigo, mas nunca somos comunicados de nada. Tendo em vista que se trata de uma criança bem pequena, semana passada disse que ficou trancada sozinha de castigo na brinquedoteca, mandei um bilhete perguntando sobre o fato pois tenho um bebê recém nascido e a escola fica longe. Por não dirigir e meu marido trabalhar o dia todo, minha filha vai de transporte.

A auxiliar de direção me ligou meio áspera e sarcástica dizendo que nada disso tinha acontecido pois a escola existe há 32 anos, e que eles haviam conversado com minha filha sobre isso.

Acho estranho pois uma criança de 3 anos não consegue processar e nem decide como nos adultos. É muito pesado conversar assim com criança, mas o que me deixou muito chateada é que ontem e hoje ela chegou em casa dizendo que por não obedecer regras da professora como sentar e por ter rasgado um papel teve como punição ficar de castigo em outra sala de aula com crianças de outra faixa etária (5 e 6 anos).

Minha filha anda muito tristonha, não querendo ir à escola, preciso de ajuda, hoje ela me disse que a professora a empurrou e ela caiu de bumbum no chão, também não consigo saber se ela fala a verdade ou se sonhou, pois está tendo muitos pesadelos. Se for verdade é frustrante, pois estamos pagando caro e nem ao menos a escola nos apresentou os professores e nem a metodologia de ensino. Como agir? Como saber quando minha filha fala o que realmente aconteceu?

A escola é considerada a melhor da região, tem um ótimo ambiente para educação infantil mas infelizmente profissionais péssimos existem em qualquer lugar, mas não somos obrigados a deixar nossos  pequenos passarem por situações constrangedoras, por profissionais desqualificados.

Essa criança pode estar até sendo torturada na escola, como aconteceu em muitos casos que relatamos, leia por exemplo clicando aqui. Mesmo que não se trate de uma situação tão grave, esses pais estão arriscando muito ao deixar sua filha pequena aos "cuidados" de uma escola tão irresponsável e que nem ao menos se deu ao trabalho de apresentar sua "pedagogia". Segue a nossa resposta:

Tome providências imediatas para sua filha não precisar mais passar por isso! Criança dessa idade não mente e provavelmente o que acontece nessa escola é pior do que ela sabe explicar. Os psicólogos aliás explicam que se a criança perceber que suas queixas aborrecem os pais, ela poderá omitir informações. Questione imediatamente o comportamento desses "profissionais" na direção da escola e se nada mudar tire sua filha imediatamente de lá! Escolha uma escola que tenha câmeras de vigilância em todas as salas. Se você pensa que sua filha está na "melhor" escola, saiba que ela pode estar na "pior"! E procure ler o livro Escola, Instituição da Tortura, de Glória Reis.

4 comentários:

Glória Reis disse...

Fico apavorada com crianças pequenas na escola.Não entendo como essa mãe mantém a filha de apenas 3 anos nesse local que comete tanta barbaridade com uma criança.E vê-se que acham tão natural a crueldade "pedagógica" que nem se preocupam em esconder, disfarçar com a própria mãe.
Esses dias ouvi no noticiário que alteraram a lei para obrigar as famílias a matricularem as crianças na escola regular a partir dos 4 anos de idade, sob pena de intervenção do Conselho Tutelar e até da Justiça, se esse não resolver, com ameaça de multa e outras penalidades para os pais considerados "negligentes". Pobres crianças deste país!!!

Giulia disse...

Como eu disse, é o DOMÍNIO da instituição escola sobre as famílias. Até prova contrária, a escola está sempre certa...

cremilda disse...

Giulia
Essa escola de onde é ???
Passa para mim ?

Giulia disse...

É uma "escolinha" particular em Goiás, muito difícil a gente poder ajudar mais diretamente. Eu sempre oriento os pais para checar se a escola funciona de forma regular, essa pelo jeito é "tradicional", rs.