Postagens

Mostrando postagens de 2010
Imagem

A escola tabu nº 20 - Apuração preliminar?!

Imagem
O assunto Apuração Preliminar/Processo Administrativo é nosso velho conhecido, tanto na rede estadual, quanto na municipal de São Paulo. Não podemos falar de outros estados, pois o assunto é muito delicado e checamos as fontes com extremo rigor, para não corrermos o risco de cair em descrédito.
Mas, até hoje, apuramos que se trata de GRANDE FARSA, onde quem arma o esquema são as raposas das diretorias de ensino, enteressadas em colocar panos quentes nas irregularidades. RAPOSAS TOMANDO CONTA DO GALINHEIRO!
Leia por exemplo o depoimento desta aluna que - duvida? - abandonou a escola após passar por esse constrangimento:
Prof. Paulo Renato, Prof. José Benedito, isso é apuração preliminar???
Agora veja abaixo um caso exemplar que acompanhamos bem de perto, na rede municipal de São Paulo. Saiba que, após a apuração, a diretora da escola abriu inquérito contra as mães de alunos, pois ela se sentiu "ofendida" pelas denúncias, mais do que sérias e comprovadas. Esse tipo de atitude por …

Retrospectiva 2010 demora

Imagem
A retrospectiva 2010 vai demorar ainda alguns dias, até conhecermos o desfecho de algumas questões importantes. Já adiantamos, porém, que foi um dos piores anos da década, se não o pior. Como sempre falamos - e comprovamos aqui - a qualidade do ensino não é o maior problema da educação brasileira. Muito piores são a corrupção, a omissão daqueles que estão em cargos estratégicos e, principalmente, o desprezo para com o aluno da rede pública, considerado cidadão de segunda classe.

Para diminuir a ansiedade, seguem abaixo os links das retrospectivas 2008 e 2009. Assim, quando sair a retrospectiva 2010, será mais fácil entender o tamanho do rombo...
Aliás, já está bem clara a piora de 2008 para 2009, pois em 2008 ainda tínhamos "algo a comemorar", a ponto de termos feito um post sobre as mensagens positivas recebidas durante o ano. Em 2009 elas quase sumiram e em 2010 não recebemos absolutamente nenhuma! É claro que existem, no Brasil, escolas públicas que merecem respeito, mas s…

Acordo com bandido?!

Imagem
Pacificar não é fazer acordo com bandido!

TÁ TUDO DOMINADO???

Imagem
URGENTE: o professor José Benedito prometeu chamar os diretores e ex-diretores da DE Sul 3, que estão sendo ou já foram derrubados pela APEOESP, para uma reunião esclarecedora. Esperamos que o faça pessoalmente: se deixar a tarefa para a sua assessoria, a reunião não será agendada! Pois a diretora da EE Joaquim Álvares Cruz, antes de renunciar ao cargo de diretora e voltar à sala de aula na escola onde é efetiva, tentou durante vários dias falar com o coordenador da COGSP e foi barrada por sua assessoria. Provavelmente a APEOESP, após dominar a diretoria de ensino Sul 3, já está dominando também a assessoria da COGSP. Cuidado, professor José Benedito, não diga que não avisamos!
PEÇA PARA A CORREGEDORIA DA EDUCAÇÃO INVESTIGAR REUNIÃO REALIZADA NA SEXTA-FEIRA, DIA 10 DE DEZEMBRO, PELA APEOESP, NA EE LUCAS ROSCHEL RASQUINHO, NA CALADA DA NOITE, COM A PARTICIPAÇÃO DE SUPERVISORA QUE INTEGRA A COMISSÃO DE APURAÇÃO PRELIMINAR.

Milagre de "São Benedito"

Imagem
Aleluia! Lembram do causo do aluno que esperou dois anos pelo histórico escolar? Releiam aqui:
A escola tabu nº 17 - Dois anos de atraso é "normal"!
Recebemos uma nova mensagem do aluno e agora sim, após tudo resolvido, divulgamos seu nome e o da escola, a EE Prof. Pedro de Alcantara Marcondes Machado, que pertence à DE Leste 1. Nota zero para a escola e para a DE, esse atraso é uma vergonha! Não fosse "São Benedito", que fez um milagre expresso, quanto tempo mais esse aluno precisaria esperar?...
Segue a mensagem do aluno, Reginaldo Souza Pauferro:
Desculpem-me a grande demora em responder. Por esses dias eu tive tarefas excessivas e realmente esqueci de outras também importantes. Consegui ir à escola na sexta passada e foi incrível! Não sei se vou conseguir descrever a cena, mas quero compartilhar com vocês.

Quando cheguei, a mulher (Rosangela) que havia me atendido das outras vezes estava atendendo outra pessoa e percebi que a expressão facial dela mudou na hora em q…

A escola tabu nº 19 - O reinado da APEOESP na Sul 3

Imagem
Faz tempo que a Cremilda está pedindo para o Secretário Paulo Renato entregar de vez a Secretaria da Educação para a APEOESP. É irônico, claro, mas reflete uma realidade. Pelo menos numa das diretorias de ensino, a Sul 3, a APEOESP está dominando, a ponto de fazer reuniões dentro das escolas e da própria diretoria de ensino. É óbvio que o dirigente da Sul 3 ou não conhece a legislação, ou está tão certo da impunidade que fica totalmente à vontade para receber os sindicalistas e permitir seus "comícios" dentro das próprias escolas.

O que mais nos deixou estarrecidos foi saber que semana passada, na EE Lucas Roschel Rasquinho, essa escola castigada pelos profissionais da banda podre que querem derrubar a diretora, por ter exigido deles assiduidade, pontualidade e trabalho, foi feita uma reunião da APEOESP, com a participação de duas supervisoras da Sul 3. Mais uma reunião para arquitetar o afastamento definitivo da diretora. Isso, numa escola onde já estaria instalada uma comis…

Dislexia - Orientação para os pais

Para quem achou muito longo ou confuso o post A escola tabu nº 18 - A dislexia, segue a orientação que demos ao pai de aluno que acionou o Colégio Magnum, de Belo Horizonte, e está aguardando a última instância do processo, após ganhar nas duas primeiras.

Bem, Antonio, essa escola merece ser processada por Oferta irregular de ensino - Art VII - Parágrafo 2º do Estatuto da Criança e do Adolescente, pois ela não ofereceu à aluna as "estratégias de recuperação paralela" a que tinha direito conforme o Art 12º - IV da LDB, nem se sensibilizou com a excelente recuperação oferecida pela própria família, que fez a criança melhorar a ponto de quase fechar a média. A escola também passou por cima de todos os laudos que comprovam a dislexia da aluna, diagnosticada aliás na própria escola. Fica assim caracterizada a reprovação como medida punitiva e não como recurso pedagógico!

A escola tabu nº 18 - A dislexia

Imagem
Dislexia é uma palavra hoje bastante usada. Em 2001, quando começamos a falar disso, ninguém no Brasil sabia do que se tratava. Hoje também não se sabe direito, mas a palavra é bastante usada, rs...Muito fácil dizer que se trata de uma disfunção neurológica que leva a confundir e trocar letras e números. E daí? Como resolver? A dislexia foi descoberta há mais de 120 anos, mas poucos são os países que sabem lidar com essa dificuldade, que impede a milhões de crianças se alfabetizarem na idade certa, além de prejudicá-las durante ainda muitos anos.No Brasil não existem estatísticas sobre a percentagem de crianças dislexas nas escolas. E, por incrível que pareça, elas são tratadas da mesma forma tanto na rede pública de ensino, quanto na particular: a escola tenta expulsá-las - e muitas vezes consegue. Por se tratar de um fenômeno conhecido há apenas algumas décadas - pelo menos no Brasil - a tendência é tratar as crianças dislexas por "burras". Na rede particular isso não cost…

Insignificância global

Imagem
O menos pior programa da TV Globo é na minha opinião o Casseta e Planeta. Esse, pelo menos, ridiculariza a própria emissora. Seu personagem Gato Barcellos é o retrato da superficialidade do jornalismo da rede e o programa Profissão Repórter é a negação do jornalismo investigativo, servindo apenas para o que interessa à mídia atual: manter o ibope. Em lugar de informar, o programa vai criando bate-papos furados com os entrevistados, o que agrada muito àqueles cujo maior sonho na vida é aparecer na TV. Assim o sonho se mantém a cada terça-feira e a esperança de ser entrevistado pelo galã do Profissão Repórter aumenta cada vez mais...

Ontem fiz MUITA questão de assistir ao Profissão Repórter, após a chamada da amiga Cremilda, essa sim uma "repórter" de verdade. O assunto "dificuldades em sala de aula" foi tratado de forma tão morna que nem dá para criticar direito, rsrs... Não vi dificuldade alguma! Foram mostrados alunos desinteressados por uma escola absolutamente ch…

Propostas para a SEE - reunião na COGSP dia 02/12

Imagem
Além de inúmeros casos pontuais, como a surreal história do aluno que está esperando há 2 anos pelo histórico escolar, a reunião abordou temas estruturais, para os quais apresentamos as seguintes propostas:

Eleição dos Conselhos de Escola no mesmo dia em cada município - Todos os anos propomos que essa eleição seja feita no mesmo dia em cada município para todas as escolas, sendo precedida por campanha através da mídia, esclarecendo a importância da participação da comunidade e repudiando as costumeiras "panelas" que já CANSAMOS de denunciar. Vamos ver se desta vez seremos ouvidos! Nosso artigo Gestão participativa na escola - A exclusão da comunidade, já disponibilizado em 2007, contém todas as dicas para tornar a eleição dos Conselhos de Escola e a Gestão Participativa um sucesso.Eleição direta para Diretores de Escola - Como já CANSAMOS de demonstrar, a indicação política, a "dança das cadeiras" e o boicote dos maus profissionais aos bons diretores prejudicam dem…

Uma história sórdida

Imagem
Em vinte anos de luta pela educação e com três filhos que só estudaram na rede pública, posso atestar que a coisa mais difícil é encontrar um diretor dentro da escola, trabalhando. Eles sempre têm mil desculpas para justificar sua ausência: foram para "reuniões fora", para “resolver problemas” na diretoria de ensino ou na secretaria da educação...
Por isso, neste blog, valorizamos demais a atuação dos bons diretores, de quem depende a qualidade das escolas. O nível dos diretores, em todo o país, anda tão ruim que se pensa ser suficiente um prédio escolar “pintadinho e arrumadinho” para atestar uma boa direção. A lição mais importante quase nenhum deles faz: cuidar do elemento pedagógico. E, por favor, não venham contestar isso, pois não é necessário discutir a má qualidade do ensino em todo o país!...

Vamos agora refletir: duas ótimas diretoras de escola, ambas da diretoria de ensino Sul 3 - tão boas que se atreveram a cobrar trabalho, presença e pontualidade dos professores…

Que tipo de monstro? - A série 7

Uma mordidinha não dói!

Relembre os outros posts da série Que tipo de monstro?

8 anos de torturas em bebês e crianças de até 4 anos
Professora obriga criança a engolir papel
Maus tratos na creche
Dois assassinatos na escola
Diretora apaga cigarro nas partes íntimas do aluno
Festival de violência na escola

Ah, esqueci de avisar: todos os casos acima estão sendo apurados e os esclarecimentos vão ser dados no Fantástico, ok? rsrsrs

A escola tabu nº 17 - Dois anos de atraso é "normal"!

Imagem
A mensagem abaixo acabou de chegar e até o fim da semana vamos resolver o problema do aluno. A pergunta que não quer calar: por que sobrou para nós? Cadê a "surdoria" da Educação? Cadê a corregedoria? Ao que tudo indica, na diretoria de ensino que "coordena" a escola desse aluno não se trabalha há dez anos!!!
Parabéns para o aluno que não baixou o nível, mas bem que esses "educadores" mereciam!... Aliás, esta semana desliguei o telefone na cara de uma "educadora" da Secretaria da Educação que me negou o e-mail de uma diretoria de ensino (o e-mail era "confidencial", rsrs) e falei: "É uma m... ter que pagar seu salário!"
Terminei o ensino médio numa escola estadual no ano de 2008 e desde então tenho enfrentado uma saga para obter o meu histórico escolar.
Fui na secretaria da escola umas cinco vezes e em todas as vezes a resposta foi a mesma: “O seu histórico está pronto, porém a pessoa que assina vai vir ainda esta semana para …

A escola tabu nº 16 - Na "minha" escola, tomou levou!

Imagem
Esta é para os que vivem falando: "A educação vem de casa". Com essa expressão, repeteco do que os sindicatos da "educação" espalham por aí, isenta-se a escola de seu papel de orientar os alunos e - pior - justificam-se as situações em que a escola DESEDUCA os alunos.

Leia com atenção a matéria divulgada pela Record clicando neste link e principalmente assista ao vídeo que faz parte da reportagem.



A diretora dessa escola, a EE Andrelino Vieira, em São Carlos, que manda as crianças revidarem as ofensas batendo nos colegas, não é exceção, em absoluto! Ela age, aliás, perfeitamente de acordo com Luiz Gonzaga de Oliveira Pinto, presidente da Udemo (sindicato dos diretores de escola), que vive repetindo: "Em princípio a lei é importante, mas, "na minha" escola, não me interessa o que a lei diz, o que a comunidade decidir está decidido". Entende-se aqui, por comunidade, os grupos de pais que os diretores manipulam a bel prazer para que façam a cabeça de…

Reuniões com a comunidade escolar???...

Imagem
Seguem comentários sobre as reuniões realizadas nos dias 25 e 26/11 a respeito da EE Lucas Roschel Rasquinho. Antes dos comentários, leia o post De tanto ver triunfar as nulidades... e entenda melhor o assunto.Reunião nº 1A reunião do dia 25/11, realizada na DER Sul 3, denominada "Reunião com a Comunidade", conforme consta da lista de presença, teve um quorum de 30 participantes, dos quais:

23 profissionais (professores, membros da APEOESP, da DE e da COGSP) = 80%
01 diretora da escola = não conta, pois foi convocada como "ré"
03 pais de alunos = 10%
02 membros da comunidade = bem-vindos, mas têm apenas direito a voz
01 conselheiro tutelar = bem-vindo, mas tem apenas direito a voz
00 alunos = lamentável, a total ausência de alunos

Você acha que uma assembléia dessas representa a comunidade escolar???...

A EE Lucas Roschel Rasquinho, no bairro de Parelheiros, São Paulo, tem mais de mil alunos matriculados e vai até o 3º ano do ensino médio, inclusive no período noturno. Ist…

ATO POLÍTICO!

Imagem
Nossa ausência à reunião de ontem, na DE Sul 3, sobre a EE Lucas Roschel Rasquinho, foi um ato político. Nós havíamos pedido essa reunião, sim, mas para ser na escola ou na COGSP e, em qualquer situação, com a presença do Coordenador. Quando fomos informados de que a reunião seria na DE Sul 3, conduzida pelo mesmo dirigente que, na hora de dar apoio á diretora da escola, limitou-se a afastá-la, percebemos que seria uma cilada para fazer a diretora pedir demissão.
Não damos murro em ponta de faca, nem participamos de farsas! Se tivéssemos comparecido a essa reunião mal intencionada, seria dar-lhe uma importância que não teve.
Felizmente, o tiro saiu pela culatra! A diretora soube enfrentar de cabeça erguida a corja mal intencionada e mentirosa que durante meses fez todo tipo de pressão e ameaça para que ela abandonasse de vez a escola.

Hoje, sim, iremos à reunião que efetivamente pedimos: na COGSP e com a presença do Coordenador. E tudo será esclarecido.

A banda podre da EE Lucas em ação!

Infelizmente, a banda podre da EE Lucas Roschel Rasquinho vai se reunir amanhã na diretoria de ensino Sul 3, para tentar o afastamento definitivo da diretora que conseguiu recuperar a escola. Segue nossa mensagem para o Coordenador da Grande São Paulo, lamentando a situação e confirmando nossa reunião sexta-feira às 11:00 na COGSP, agendada pelo gabinete. Ainda temos a esperança de que a diretora não renuncie, apesar da forte pressão da banda podre.Leia todo o histórico do assunto clicando no link De tanto ver triunfar as nulidades...


From: educaforum@hotmail.com
To: cogspgab@sp.gov.br; joliveira@edunet.sp.gov.br
Subject: Reunião sexta-feira às 11:00 na COGSP confirmada!
Date: Wed, 24 Nov 2010 20:24:55 +0000

Prezado Prof. José Benedito,

Segue mensagem enviada ao Prof. Samuel, dirigente da Sul 3, informando que REPUDIAMOS a reunião marcada para amanhã na DE e pedindo que fosse cancelada, já que seu gabinete agendou uma outra reunião na sexta-feira às 11:00, na COGSP.

Como não recebemos respos…

De tanto ver triunfar as nulidades...

Imagem
Este blog não pretende ser, mas acabou se tornando um registro dos vícios, das falhas e da corrupção no sistema educacional brasileiro. Fazer o quê?... Nunca foi esse o nosso objetivo, desde que começamos a lutar pela qualidade e moralização do ensino público, há mais de vinte anos! Adoraríamos poder mostrar inúmeras vitórias e um quadro geral satisfatório, mas a verdade é bem outra, e o que trazemos neste blog não aparece em nenhuma mídia convencional. Então, pense duas vezes antes de ler, caso você queira continuar na sua zona de conforto!

A única coisa que pode mudar o cenário educacional no país se resume numa palavrinha: coragem. Coragem por parte da comunidade, gritando sua insatisfação e indignação a plenos pulmões. Coragem por parte dos bons profissionais, em enfrentar o sistema viciado e os colegas da banda podre.

Se a coragem é um artigo tão raro na vida educacional brasileira, existem bons motivos para explicar esse fenômeno. Vamos hoje ilustrar um caso típico, com muitos det…

Dos males, o menor!

Imagem
Lembrando apenas que foi na gestão Chalita o famoso relatório que consagra a palavra "bicha" como expressão carinhosa do professor para o aluno... Precisa mais?

Homofobia premiada

Imagem
"...o termo "bicha" tornou-se bastante comum entre os jovens, perdendo a característica de chulo pelo desgaste natural linguístico, verificado quando um termo é frequentemente utilizado.

... muitos professores, para cativarem seus alunos, mantendo um relacionamento mais próximo e amistoso, fazem brincadeiras desse naipe com seus pupilos."

As citações acima são de um processo de Apuração Preliminar realizada na EE Octacílio de Carvalho Lopes em 2004 e serviram para inocentar um professor que induziu um grupo de alunos ao bullying contra um colega. O garoto foi espancado em plena sala de aula e hoje esse professor foi promovido a coordenador pedagógico em outra escola da rede pública paulista.

Em 2008 questionamos a validade desse relatório durante uma reunião na Secretaria da Educação e recebemos a seguinte resposta do chefe de gabinete, Fernando Padula: esse relatório era anterior à "atual gestão", portanto não cabia comentário ou retratação por parte da SEE…

Quem tem medo da Progressão Continuada?

Segue excelente vídeo do amigo Mauro Alves da Silva, o maior conhecedor da legislação educacional brasileira. Tive o privilégio de - junto com o Mauro - ser expulsa do portal Luís Nassif, reduto do pior professorado brasileiro, rsrs...

Para reflexão...

Sobre a imensa Nação Brasileira
nos momentos de festa ou de dor
paira sempre a sagrada bandeira
pavilhão da Justiça e do Amor!

Contemplando o teu vulto sagrado
compreendemos o nosso dever
e o Brasil, por seus filhos amado
poderoso e feliz há de ser.

A educação não precisa de "grandes cérebros"!

Imagem
Mais um debate sobre educação, desta vez na Globo News. Até que os "moços" são bem intencionados e deram algumas dicas interessantes, mas, em certos pontos, até o mediador foi mais fundo no âmago da questão, quando, por exemplo, descobriu que a sociedade brasileira não considera a educação como um "valor", mas um mero instrumento para conseguir emprego.
Para variar, a principal questão debatida foi o salário do professor... rs. Por sorte estava lá Gustavo Ioschpe para colocar um freio no delírio dos outros debatedores, que querem "grandes cérebros" para gerir o sistema de ensino e "os melhores" para dar aula. Disseram que a carreira não atrai os jovens que saem da faculdade e que esses preferem a bolsa do mestrado ao duro trabalho em sala de aula, tudo "por um troco a mais"...
Essa visão é muito estreita e não leva em conta outros fatores que desmotivam os jovens a entrarem no magistério, mais precisamente na rede pública. A seguir, reg…

A escola tabu nº 15 - Mais mentira e covardia

Palavra de mais uma professora no exercício de seu "sacerdócio":

“Eu cheguei até a sala de aula pra lecionar pra eles e fui agredida. A primeira agressão que tive foi um empurrão que eu quase caí no chão. Uma das meninas pediu para ir ao banheiro, eu pedi que aguardasse um pouquinho, porque tinha gente lá fora, ela me acusou que eu não deixei ela ir, eu falei: ‘Filha, eu simplesmente deixei você ir ao banheiro, só que precisava da colega chegar’”.

Como sempre, a professora é agredida "do nada".

Leia agora o comentário do diretor da APEOESP, o sindicato mais competente do Brasil, que conseguiu dominar a grande mídia e formar a opinião pública vigente sobre o coitadismo do professor:

“Os professores estão sendo agredidos a todo o momento, os funcionários agredidos a todo o momento..."

Veja agora a reportagem sobre a suposta agressão à professora por parte de alunos de oito anos de idade.



Vamos lembrar aqui outro caso de mentira e covardia.

Que tipo de monstro? - A série 6

8 anos de torturas em bebês e crianças até 4 anos... A dona dessa creche só foi desmascarada depois que uma funcionária gravou as imagens desse vídeo:






Essa história é parecida com esta outra e não significa que as torturas em crianças nas creches estejam se intensificando, mas apenas que os fatos estão vindo à tona, graças à tecnologia e à coragem de pessoas que resolveram quebrar o tabu que torna a escola um lugar santo e inviolável.

É claro que não existem tantos psicopatas entre os profissionais da "educação", como parece ao ver vídeos como esses... Mas o alerta é claro a todos os pais: pesquisem bastante e conheçam direito os lugares onde matriculam seus filhos, pois o pagamento de uma mensalidade não garante segurança e bom atendimento.

O que dizer então da escola pública, onde muitos pais se sentem agradecidos por receberem uma vaga "de graça" para os filhos?... Nada disso: a escola pública brasileira é muito bem paga com o dinheiro dos nossos impostos, que estã…

A múmia vestiu a carapuça, rsrs...

Imagem
Divirta-se com a discussão sobre a "bula" que o CNE quer aplicar à obra de Monteiro Lobato, taxada de racista. No vídeo do link copiado abaixo, o douto mestre do Conselho Nacional da Educação acabou vestindo a carapuça, ao fazer um paralelo entre o CNE e a a Santa Inquisição, rsrsrsrs...
Assista clicando aqui!
Aliás, esse possível (possível, sim! pois as múmias estão soltas!) veto à obra de Monteiro Lobato é apenas a cereja de um bolo podre que está sendo servido às crianças e adolescentes brasileiros pelo mercado editorial, há anos. Devido às recomendações oficiais, de que as obras editadas para a infância e a juventude sigam os critérios do politicamente correto, os autores já vão "ajeitando" seus textos para não serem sumariamente rejeitados pelas editoras, que querem vender livros e sabem que eles não serão adotados pelas escolas e muito menos pelos milionários projetos governamentais, caso contenham palavras, frases ou atos "não recomendáveis". Ao che…

A escola tabu nº 14 - A impunidade

Uma das características mais "tabu" da rede pública de ensino, do Oiapoque ao Chuí, é a questão das punições dos maus profissionais.





O caso da reportagem acima, por exemplo, merecia exoneração definitiva dos três profissionais, mas a Secretaria da Educação do Espírito Santo fala em "afastamento". Quanto a pedir desculpas, já é um avanço, pois até hoje nunca ouvimos isso de nenhuma autoridade educacional, no entanto, desculpas não apagam os erros e duvidamos muito que a punição desses profissionais seja rigorosa. Por que?

Em vinte anos de luta pela melhoria do ensino público, nunca soubemos de uma punição para valer, principalmente nos casos de crueldade contra os alunos. Muitas vezes, aliás, punidos são aqueles profissionais que se atrevem a denunciar os desmandos do sistema, como aconteceu no esquema de Araraquara e na EE David Eugênio dos Santos. Esses recebem punição rigorosa, que é para os demais não se atreverem a questionar e muito menos a denunciar as irregul…

Os idiotas "politicamente corretos"

Imagem
Leia aqui sobre a censura às obras de Monteiro Lobato pelo Conselho Nacional de "Educação". Perfeito para um país analfabeto e autoritário! Certamente os nobres doutores já receberam a visita da Mula sem cabeça!

Que tipo de monstro? - A Série 5

Que tipo de monstro faz uma criança engolir papel e decreta que ela "está perdida" aos oito anos de idade? Ah, já sei: a doutora-psiquiatra Ana Beatriz não disse que a criança pode apresentar psicopatia já aos 8 meses de idade? Então! Que dirá aos 8 anos!... A professora deve estar certa.





Leia os outros posts da série Que tipo de monstro?clicando aqui.

Joga pedra no Guri!

Imagem
Costumo dizer que o maior problema da educação pública brasileira não é a falta de qualidade do ensino, mas a falta do respeito devido ao aluno, a começar pelos secretários da educação até todos os níveis da hierarquia educacional, permitindo acidentes absolutamente evitáveis como esse de Araraquara e até crimes atrozes como esse de Campos Mourão.
O aluno costuma ser tratado como estorvo, principalmente quando é de família pobre - ou seja, a maioria. A própria falta de qualidade do ensino decorre desse descaso. Já dizia Plínio Marcos que a escola é a grande castradora das vocações. Na prática, quem está interessado em que o aluno aprenda a pensar? Em São Paulo, por exemplo, aluno que se atreve a questionar qualquer atitude do professor ou da escola tem sua expulsão garantida através do Conselho de Escola, onde o diretor induz os pais de outros alunos a votar pela sua expulsão, uma prática perversa e inconstitucional que chega ao cúmulo de unir o INJUSTO e o ILEGAL.
Na rede publica de en…

Heil, Hitler!

A Academia Real de Ciências Ocultas de Piratininga acaba de lançar um novo prêmio: o IgNobel de Medicina Escolar. O prêmio, tão logo lançado, já foi ganho pela psiquiatra Ana Beatriz Barbosa Silva, pela sua teoria da Psicopatia Infantil a Partir dos 8 Meses de Idade. Assista o vídeo que justifica o prêmio:





E agora reflita conosco: a perversidade e a psicopatia fazem sim parte do universo humano, mas é extremamente perigoso "lançar" métodos de medição que favorecem justamente a perversidade de quem sabe se utilizar deles para promover o preconceito, a discriminação e finalmente a destruição do sentimento de humanidade que tanto faz falta no mundo atual.

O Brasil é um país pedófobo e foi justamente isso que provocou a criação do Estatuto da Criança e do Adolescente. Infelizmente, 20 anos após a promulgação dessa Lei, a sociedade brasileira se arrependeu e volta a responsabilizar seus filhos mais novos pelos maiores problemas do país. Em breve voltaremos ao tema, que merece mais …

Lição na Apeoesp

Extra, extra! Escola-faroeste em Parelheiros.

Imagem
Quem acompanha este blog há algum tempo sabe que não abandonamos as escolas e as comunidades que nos procuram, após publicarmos denúncias graves. E é triste ver que até problemas aparentemente solucionados acabam voltando à pauta, às vezes de forma ainda mais séria.

Nossa história com a EE Lucas Roschel Rasquinho, em Parelheiros, começou em junho de 2008 e você pode ler o início clicando aqui. Era uma verdadeira escola-faroeste, em todos os sentidos, inclusive pela presença constante da polícia ameaçando os pais e alunos que se atrevessem a fazer qualquer questionamento.
Essa história teve uma segunda etapa feliz, com a demissão da antiga direção e a chegada da nova diretora, Matilde, que em alguns meses conseguiu recolocar a escola no eixo, cuidando da limpeza, da merenda e principalmente das questões pedagógicas, cobrando trabalho dos profissionais e dando falta àqueles que não compareciam às aulas. Leia aqui o relato dessa fase e o depoimento da comunidade sobre sua satisfação com a…