Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2007

Uma boa notícia

Imagem
Vejam que boa notícia no blog da professora Glória Reis (link ao lado). Ela mostra uma "outra face" de Delúbio Soares, já bastante conhecido por um crime que poderá ficar impune. Mas o que poucos sabem é que Delúbio "era" professor e recebia como professor, mas não dava aula. E por esse crime ele foi condenado a devolver uma dinheirama, como você pode ler abaixo. A punição se extendeu às funcionárias que assinaram sua "presença" no trabalho. Antes que o EducaFórum seja mais uma vez acusado de difamar sistematicamente a classe docente, informamos que em nossas andanças na Câmara Municipal, na Assembléia Legislativas e nos Conselhos Tutelares encontramos um número enorme de professores "comissionados" de forma legal ou ilegal (quem fiscaliza?...). Isto significa que os professores que faltam nas salas de aula podem estar "alocados" em gabinetes, conselhos tutelares, sindicatos e partidos políticos. Em São Paulo já houve um primeiro caso …

Alunos violentos????.....

Imagem

Querido Jô...

Imagem
Acho que o Jô chegou no fim da linha. Tudo bem ele continuar fazendo suas piadinhas, sempre há quem goste. Mas como entrevistador de políticos e homens públicos que precisam prestar contas à sociedade, pode muito bem jogar a toalha.

Acabo de assistir, pasma, à entrevista com o ministro da educação, Fernando Haddad: perguntas primárias respondidas da mesma forma. Os “pontos altos” da entrevista foram a progressão continuada e... claro, o salário do professor. Sobre a progressão continuada, o Jô deixou claro que não sabe o que é. Falando mais do que a boca e sem perguntar ao ministro, desfilou toda uma série de lembranças saudosistas de sua época de estudante, em que havia os exames de admissão, os exames anuais e todo tipo de “avaliação” dos alunos...
É impressionante como as pessoas confundem avaliação com aprendizado. A avaliação é apenas um instrumento para medir o aprendizado, ela não garante absolutamente que o aluno aprenda. Muito menos se ela for apenas anual!

Para que o aluno apre…

A canção do professor

Imagem
I can get no satisfaction!

Os professores estão indo às ruas para exigirem a satisfação de seu maior desejo: reprovar o aluno. Já que eles não sabem ensinar e não têm o menor prazer no trabalho que escolheram (sim, pois poderiam optar por vender imóveis, fazer artesanatos, ter uma locadora de vídeos ou um quiósque na praia), a única forma de conseguirem um orgasmo é reprovar o aluno. Que satisfação! Assim no ano seguinte ele vai ser também reprovado e, se Deus quiser, no próximo já estará fora da escola. Menos um!

Evasão do aluno - ah! essa é a satisfação mais profunda do professor. E é nisso que a classe docente é craque, como todas as estatísticas mostram.

Abriu assim a nova temporada de passeatas e greves em nome da volta da repetência.

ABRAM ALAS PARA ELES!

Leia os excelentes comentários da professora Glória Reis e o artigo do professor da USP Vitor Henrique Faro, no blog http://gloria.reis.blog.uol.com.br/

Acertando o rumo

Imagem
O dossiê Qualidade da Educação, publicado pelo Estadão em 29 de abril, é o que de melhor tenho lido nos últimos anos sobre o assunto. É triste que esta discussão fique “entre quatro paredes”, pois um ótimo caderno como esse mereceria ser comentado em todos os cantos. São doze páginas com muita informação e comentários interessantes que me deixaram ruminando o assunto durante vinte dias. Não quero aqui resumir a matéria, pois seria impossível, devido à amplitude e à qualidade dos textos. Só lendo mesmo e guardando com carinho para conferir as mudanças (ou não...) dentro de algum tempo.

Tenho criticado a grande mídia, mas desta vez me surpreendi positivamente. Tomara que O Estado venha a mostrar o mesmo empenho na abordagem dos problemas pontuais do ensino público, no que tem “estado” bem ausente...

Vou apenas dar uma idéia do que achei interessante no caderno, dentro do meu ponto de vista de mãe de ex-alunos de escolas públicas, que sentiu na pele os problemas estruturais da rede e conti…

Comemoração

Imagem
O blog da Cremilda está "comemorando" três anos desde a denúncia da agressão física e verbal de um aluno por um professor na EE Octacílio de Carvalho Lopes, em São Paulo. O professor chamou o aluno de "bicha" em plena sala de aula, o que deu início a uma investigação curiosíssima que culminou na inocentação do professor, pois os "laudos técnicos" das autoridades "competentes" concluíram que a expressão foi uma manifestação de afeto (!) do professor para com o aluno. Não precisamos dizer que isso foi durante a gestão... de quem mesmo?...

Somente os que não conhecem a rede pública por dentro duvidam da conclusão das autoridades. Eu mesma sou testemunha de uma cena parecida, em que uma professora chamou a classe inteira de "merda" e alegou ter usado a expressão como uma maneira de se aproximar dos adolescentes através de seu próprio linguajar...

O professor que agrediu fisica e verbalmente o aluno na EE Octacílio afastou-se dessa escola e …

Greve é diferente de férias!

Imagem
O que não é possível, e nenhum brasileiro pode aceitar, é alguém fazer 90 dias de greve e receber os dias parados, porque, aí, deixa de ser greve e passa a ser férias.
Esta frase do presidente Lula mostra a intenção de regulamentar o direito de greve nos serviços públicos. Tomara que não fique apenas na intenção!...Leia, no blog da professora Glória, http://gloria.reis.blog.uol.com.br/, seus comentários a respeito da notícia.Nossos amigos do Colégio Pedro II, http://www.apascp2.blogspot.com/ no Rio de Janeiro, amargaram duas greves que encurtaram em alguns meses os anos letivos de 2005 e 2006. Eles acabam de informar que o Sindicato dos Servidores Federais já deliberou por nova greve a partir de 23/05. Vamos agora ver como se comportará o Governo frente a mais esse disparate. O mais grave foi que, depois de uma das greves que durou meses, os professores não voltaram a dar aula porque tiraram férias!!! Meses de greve emendados com férias... Só mesmo nesta pobre Bananolândia, não é?De qu…

Incompetência ou má fé?

A Caroline do PaisOnline, nossa especialista em escarafunchar documentos, entende que a atitude das funcionárias da Escola Padre Josué em São João da Boa Vista, ao procurar o jornal O Município, não foi fruto de ignorância ou ingenuidade, pois o Parecer CEE nº 101/2000, distribuído a todas as escolas através das Diretorias de Ensino, explicita o seguinte, em negrito e sublinhado:

Preliminarmente, informe-se que não pode haver medida disciplinar de "expulsão" de aluno.

Se não foi ignorância ou ingenuidade, do que se trata então? Incompetência ou má fé?
Qual o posicionamento da Diretoria de Ensino de São João da Boa Vista?

Visite o site PaisOnline (link ao lado), a melhor fonte de informação para pais e alunos da rede pública de ensino.

Aos "surdores"

Imagem
Vamos aqui resumir o excelente comentário do amigo Mauro, do Movimento Comunidade de Olho na Escola Pública, a respeito da prática ilegal de expulsar alunos via Conselho de Escola. O texto original do Mauro está na caixa de comentários do post “Carta ao Jornal”. Apesar de sempre tentarmos conseguir um advogado para nos ajudar na tarefa inglória de defender pais e alunos de um sistema de ensino parcial e excludente, nunca obtivemos êxito. Advogados são profissionais caros que não costumam dar nada de graça...
Devido a essa dificuldade, alguns de nós têm se debruçado sobre a legislação a fim de coibir abusos e injustiças. O Mauro é talvez o mais entendido do assunto. Suas explicações são cristalinas e só não entende quem não quer...

Estamos encaminhando o comentário do Mauro para a Secretaria Estadual da Educação, a fim de que seu departamento jurídico faça um estudo a respeito e de uma vez por todas alerte todas as escolas e diretorias de ensino de que a expulsão de alunos através da ins…

Carta ao jornal

Imagem
Enviamos diversas mensagens ao jornal O Município, de São João da Boa Vista (leia o post abaixo: Elas procuraram a mídia!) pedindo para que publiquem nossa versão dos fatos, mas não recebemos qualquer resposta. Uma das manchetes da matéria publicada em 05/05 é a seguinte: Funcionários, alunos e professores daquele colégio dizem que conteúdos divulgados nos blogs são mentirosos. Em vista do silêncio do jornal, acabamos de enviar-lhe a seguinte carta, que pedimos seja finalmente publicada:

Com respeito à matéria publicada em 05/05, "Escola Padre Josué é exposta na internet", informamos que o blog EducaFórum, http://educaforum.blogspot.com é um meio de comunicação mantido por pais de alunos da rede pública de ensino, que visa orientar e ajudar outros pais e alunos em seus problemas. O EducaFórum foi procurado pela família de uma aluna expulsa da escola por ter sido acusada de atear fogo à lixeira da classe. Nenhuma testemunha ocular apresentou-se e nenhuma prova apontava para a …

Elas procuraram a mídia!

Imagem
Ainda sobre o caso da aluna expulsa em São João da Boa Vista (leia todos os posts desde o dia 20 de abril): nós havíamos declarado que procuraríamos a imprensa se o assunto não fosse resolvido dentro da lei. Mas não o fizemos. Nunca tomamos medidas precipitadas, pois o que nos interessa é o diálogo e a boa convivência. Às vezes esse tipo de ameaça ajuda a agilizar procedimentos burocráticos, mas só apelamos para a mídia externa em casos extremos.

Ficamos então extremamente surpresos ao sabermos que no dia 05/05 o jornal O Município, de São João da Boa Vista, publicou uma matéria em que “educadoras” da EEPSG Padre Josué Silveira de Matos e o Conselho Tutelar declararam que o EducaFórum divulgou “mentiras” a respeito da escola. Ainda não recebemos cópia da matéria, mas pelo que nos foi relatado, as tais “educadoras” e conselheiras tutelares se sentiram “caluniadas” pelo que publicamos e declararam em alto e bom tom que a Lei Complementar 444, de 1985, permite a expulsão de alunos da esco…

Rubem Alves

Imagem
É possível ser especialista sobre o desenvolvimento das crianças e mesmo assim odiá-las. O verdadeiro educar está no cotidiano, no olhar para uma criança. É preciso tratá-las como iguais, agachar e olhar nos olhos delas, conversar sem idiotizá-las e realmente acreditar que elas têm sim o que falar.

Paz

Imagem
Deixem essa menina em paz!!! Senhores conselheiros, o que fariam se fosse a filha de vocês? Parem para refletir dois segundos... Pelo amor de Deus, vocês são EDUCADORES!!! Estão se pegando numa guerra de pequeno poder e usando para isso a vida de uma garota! Paremmmmmmmm! Isso não é uma disputa pessoal! Reconheçam o erro, toquem a vida pra frente, mudem a atitude da escola, usem como positiva essa experiência. Conversem com os alunos, criem regras de convivência boas para todos e dentro da lei.
É necessário deixar a poeira assentar e com tranqüilidade pensar seriamente no futuro dessa jovem e a escola deve parar imediatamente de persegui-la! Parem com faixas e com reuniões que não visem o bem dessa menina! Parem de transformar o pessoal da escola em detetives, em dedos duros de colegas, assuntando e se metendo na vida dela. Chega de pressão, sra. Diretora! Se dê ao respeito do cargo que ocupa! Seja uma verdadeira EDUCADORA! Este é o meu apelo, espero ser ouvida.


Vera Vaz
da caixa de come…

Tudo sob controle, nada resolvido!

Imagem
Pasmem! Poucos dias após comemorarmos a reintegração da aluna Francieli à escola, soubemos que o Conselho não aceitou a reintegração e que está se reunindo todos os dias para encontrar uma forma de expulsar a menina definitivamente. Leiam o documento que acabamos de enviar à Secretária Maria Lúcia Vasconcelos e a todas as autoridades envolvidas.
Este escândalo é impressionante! Será que uma aluna com excelente rendimento escolar incomoda tanto assim, dentro de uma rede que não consegue chegar a um mínimo de qualidade no Ensino Médio? Será que é a inveja que provoca toda essa movimentação ilegal?
Mais uma vez repetimos: a aluna fez um depoimento por escrito alegando sua inocência do ato de que foi acusada. Onde está o documento assinado pelo(s) acusador(es), que possa justificar essa expulsão? A Secretaria solicitou esse documento ao Conselho de Escola, que votou pela expulsão? Enquanto esse Conselho não for informado de que

ACUSAR ALGUÉM SEM PROVAS É CRIME,

essa manobra sórdida pela exp…

Igualdade de condições

Imagem
O assunto da semana é o Champinha e não dá para fugir dele. Bem que eu gostaria! Acho doentia a tendência da sociedade em procurar um bode expiatório para o grave problema da segurança pública e continuar a atirar a sujeira para baixo do tapete. A sociedade brasileira tem sede de sangue e carne jovem. Basta satisfazer esse desejo e ela se acalma por um tempo.

A foto aí ao lado não é do Champinha: o Champinha é preto, negro, pobre e tem ar de assassino. Essa foto é de outro psicopata: o promotor “de justiça” Thales Ferri Schoedl, também assassino confesso, mas que foi reintegrado ao quadro do MP, voltou a receber salários e reivindica na justiça os atrasados de R$ 284.352. Informações sobre este rapaz de boa aparência, que poderia ser o namorado de uma das minhas filhas (cruz credo!), na Revista Consultor Jurídico http://www.conjur.com.br/ (dica da amiga professora Glória).

Mas eu não dou a mínima para dinheiro: se quiserem que paguemos (sai do nosso bolso, né?) mais esse dinheirinho par…